Posts

Professor de Jiu-Jitsu Troca Tatame por Franquia de Depilação

Professor, instrutor de artes marciais e faixa preta de jiu-jítsu, Jobson Machado, 32, largou o tatame para comandar uma franquia de depilação e estética, em Valparaíso de Goiás (GO), em sociedade com a mulher, Rayza Carvalho Machado, 29. Mas quem fica à frente do negócio é ele —Rayza continua trabalhando em outra empresa e viaja muito durante a semana. O casal investiu R$ 200 mil na franquia da Posé Beleza Sem Hora Marcada, inaugurada em agosto, num shopping da cidade.

“A ideia de abrir uma franquia de depilação nasceu da necessidade da minha esposa. Para ela fazer depilação, eu tinha de levá-la uma vez por mês até Brasília, num percurso de 40 quilômetros. Ficava na porta esperando e percebi o grande fluxo de clientes ali. Quando decidimos ter um negócio próprio, não tivemos dúvida: tinha de ser de depilação. Como ela já conhecia a Posé, escolhemos essa marca”, declarou ele. Em Valparaíso de Goiás, não havia unidade da marca. Machado tem cinco funcionárias: três depiladoras e duas recepcionistas. A unidade oferece serviços de depilação, sobrancelha, manicure e escova, além de vender cosméticos, lingerie, acessórios e artigos sensuais. O serviço mais barato é a depilação de pés (R$ 10), e o mais caro é a depilação de rosto inteiro (com sobrancelhas), que sai por R$ 105.

Confira a íntegra em
https://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2019/09/27/professor-jiu-jitsu-troca-tatame-por-franquia-depilacao-pose.htm

Faturamento Milionário

Karla Lima, fundadora da Posé, representa um modelo de negócios na área de depilação e beleza com faturamento de R$ 7 milhões ao ano (dados de 2018).

Em 2009, Karla fundou a Posé Beleza. A rede de franquias tem 30 unidades e faturou R$ 7 milhões no ano passado.

Com a oferta de atendimento e serviços sem hora marcada, a agilidade é uma das principais propostas do espaço.

Serviços como depilação e manicure são oferecidos sem agendamento, além de ser feitos com técnicas que se propõem a ser mais ágeis. O maior foco das unidades está nos shopping centers, onde clientes também podem aproveitar a visita para outros compromissos.

O faturamento médio das unidades é de R$ 45 mil, com lucratividade de 22 a 24%. O investimento inicial é de a partir de R$ 194 mil. “O projeto é modular, então o franqueado pode começar um projeto menor e crescer ao longo do tempo”, afirma Karla.

Destaque do dia na Revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios. Confira íntegra no link a seguir:
https://revistapegn.globo.com/Banco-de-ideias/Estetica-e-bem-estar/noticia/2019/08/empreendedora-fatura-r-7-milhoes-com-rede-de-depilacao-e-manicure.html

https://sleepingpills365.net