Posts

Professor de Jiu-Jitsu Troca Tatame por Franquia de Depilação

Professor, instrutor de artes marciais e faixa preta de jiu-jítsu, Jobson Machado, 32, largou o tatame para comandar uma franquia de depilação e estética, em Valparaíso de Goiás (GO), em sociedade com a mulher, Rayza Carvalho Machado, 29. Mas quem fica à frente do negócio é ele —Rayza continua trabalhando em outra empresa e viaja muito durante a semana. O casal investiu R$ 200 mil na franquia da Posé Beleza Sem Hora Marcada, inaugurada em agosto, num shopping da cidade.

“A ideia de abrir uma franquia de depilação nasceu da necessidade da minha esposa. Para ela fazer depilação, eu tinha de levá-la uma vez por mês até Brasília, num percurso de 40 quilômetros. Ficava na porta esperando e percebi o grande fluxo de clientes ali. Quando decidimos ter um negócio próprio, não tivemos dúvida: tinha de ser de depilação. Como ela já conhecia a Posé, escolhemos essa marca”, declarou ele. Em Valparaíso de Goiás, não havia unidade da marca. Machado tem cinco funcionárias: três depiladoras e duas recepcionistas. A unidade oferece serviços de depilação, sobrancelha, manicure e escova, além de vender cosméticos, lingerie, acessórios e artigos sensuais. O serviço mais barato é a depilação de pés (R$ 10), e o mais caro é a depilação de rosto inteiro (com sobrancelhas), que sai por R$ 105.

Confira a íntegra em
https://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2019/09/27/professor-jiu-jitsu-troca-tatame-por-franquia-depilacao-pose.htm

Inovação Contra Crise

A recessão chegou para todos os segmentos, mas muitas empresas se reinventaram investindo em pequenas e boas ideias, que ajudam a manter um bom desempenho nas vendas.

Quando viu a ameaça da crise rondando seu negócio, a Posé criou a campanha “Day Off”. Toda terça-feira, dia de menor movimento, as clientes tinham descontos de 5% a 20% na depilação, dependendo do volume de serviços. A ideia, testada na unidade conceito da marca, em Goiânia, acabou sendo adotada por toda rede e a terça-feira passou a ser o dia de maior movimento. Por isso, ela criou uma nova ferramenta: a “Mimo do dia”, com um serviço em promoção especial a cada dia da semana. A estratégia ajudou a atrair mais clientes e divulgar os serviços. “Muitas clientes nem conheciam alguns serviços que oferecíamos e passaram a usá-los”, destaca a empresária. O resultado foi um crescimento de 45,6% em 2016, em pleno auge da crise financeira. Só no primeiro semestre deste ano, o faturamento já cresceu mais 18,4%.